Como sair do armário

Em algum momento, você pode decidir que está confortável o
suficiente em seu caminho espiritual e que você está pronto para "sair do armário de vassouras". Uma vez que você sair, não conseguirá voltar, mesmo que as pessoas não aceitem. Certamente, todos nós queremos ser aceitos por aqueles que amamos, mas na realidade sabemos que há uma chance de eles não aceitarem, ficarem com raiva, ou preocupados, sendo que nem todos sabem o que é wicca ou paganismo.
 Primeiro, você precisa decidir o que você espera ganhar fazendo isso. Você quer só chocar os vizinhos e avós fazendo eles pensarem que você é assustador e misterioso? Por outro lado, talvez você sinta como se estivesse sendo desonesto com as pessoas em sua vida por não revelar suas verdadeiras crenças. Ou talvez você está apenas cansado de esconder quem você é, e está pronto para contar sobre seu caminho. Independentemente disso, certifique-se de que os benefícios superam as possíveis repercussões negativas. 
Você é o único que conhece sua família melhor, então pode ser capaz de avaliar como eles vão reagir. Existe uma chance de você causar muita discórdia familiar fazendo isso? Será que o seu cônjuge ameaçaria se divorciar de você? Poderia ser expulso de casa? É possível que seus filhos se tornem alvo de brincadeiras na escola? Estes são resultados possíveis de sair do armário de vassouras. Pense com cuidado. Se você decidiu que sair é a escolha certa para você, o lugar óbvio para começar é em casa, onde há pessoas que te amam e se preocupam com você.
A razão para isso é óbvia: as famílias tendem a ser mais tolerantes do que estranhos. Primeiro, eles precisam saber que há algo muito importante que você precisa contar. Evite a presença de pessoas que não são da sua família para que não tenha possíveis discussões ou "conselhos". Pense no que você vai dizer. Por mais bobo que pareça, saiba o que você acredita. Afinal, se os seus familiares lhe fizerem perguntas, é melhor você ser capaz de respondê-las, se você quiser ser levado a sério.

Certifique-se de que você tenha feito sua lição de casa com antecedência. Eles podem querer saber o que você acredita sobre Deus, a reencarnação, o trabalho de magia, ou mesmo se você odeia o cristianismo agora que você é Wicca. Tenha uma resposta honesta e pronto. Mantenha o foco e tenha calma. Dependendo de o quanto conservadores ou religiosos os seus familiares são, há uma possibilidade de perderem as estribeiras. Eles tem sim esse direito, afinal você acabou de dizer-lhes algo que não estavam esperando, e assim a reação natural a uma situação deste tipo pode ser choque e raiva para algumas pessoas. Não importa o quanto eles gritam, mantenha sua voz baixa, o que resulta em duas coisas. Primeiro, isso irá mostrar a eles que você é maduro, e em segundo lugar, irá forçá-los a parar de gritar, a fim de ouvir o que você tem a dizer.
 Certifique-se de que você se concentra no que o seu sistema de crença é, em vez do que não é. Se você iniciar a conversa com: "Não é adoração ao diabo ...", tudo que vão ouvir é a parte do "diabo", e eles vão começar a se preocupar. Você pode também recomendar um livro para seus pais lerem para compreender a Wicca e Paganismo um pouco melhor.
 O principal é que a sua família precisa ver que ainda é a mesma pessoa feliz e bem ajustada que era ontem. Mostre com a sua maneira de agir e conduzir a si mesmo que você ainda é uma pessoa boa, apesar do fato de que você segue um caminho espiritual diferente dos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Grimório

Artigos comuns

Guia prático

FAQ

Energias

Caminhos Pagãos